segunda-feira, 14 de dezembro de 2009

mãos.

Foto tirada na visita que eu fiz para conclusão do semestre, tirando fotos dos pequenos da Funação Lar Harmonia.


hoje percebo que a felicidade não se registra em palavras, poesias nem versos, apenas se vive e se mantem na memoria, a tristeza e a angustia que servem de inspiração pra esta que escreve. Quando deixo de escrever, é porque a felicidade esta aqui, ao meu lado, quebrando a melancolia de minha inspiração triste para poesias, então apenas não escrevo, pois estas lembranças não são para serem registradas em palavras.




Estou feliz, mais feliz do que algum dia pude imaginar, não digo que tenho tudo, porque conseguir TUDO é complicado, mas com o que eu tenho, minhas felicidades e meus problemas, dentro deste conjunto enigmatico, estou feliz e essa é minha felicidade plena :D




Estou parcialmente de férias, acredito que voltarei a escrever, talvez não poesias, mas apenas besteiras do meu dia-a-dia.




Beijos

terça-feira, 10 de novembro de 2009

refletindo,

você não é pobre!
- sou sim, não tenho dinheiro nem pra um lanche na esquina.
você tem tudo em casa, você não é pobre.
- então eu sou o quê?
alguém que não sabe valorizar as coisas que têm e que desse jeito você vai perder cada dia mais tá?

- ( hum, ele só diz isso porquê tem dinheiro pra comprar um mc e eu não, todo se achando )

É complicado tentar ajudar as pessoas a refletir sobre a vida.

domingo, 8 de novembro de 2009

Amor estranho.


Seus lábios secos e macios se encostavam no meu deliciosamente,
mas eu não podia mostrar muita euforia, eu não devia.
Porque meu auto-controle já era imenso, eu cheio de problemas,
evitando me envolver mais, evitando ser conhecido interiormente,
ela cheia de problemas também, os quais eu não devia saber, nem queria.
De problemas já bastam os meus, e de problemas, pra ela, ja bastam os delas.
Aquele relacionamento que não se deve piorar o que é ruim na vida do outro.
Somos, juntos, uma avalanche, de problemas, de amor.
As vezes eu a machuco, mas assim é melhor pra ela, ela não sofre tanto quanto eu, quando a faço passar por isso, tenho meus motivos, e todos eles são para protegê-la.
Cada beijo com seus lábios secos e macio , me da vontade de envolver mais,
me enroscar em seu corpo e esquecer tudo aquilo de não poder me envolver de mais,
esquecer meu escudo, minha proteção.
Quero deixa tudo pra lá, me envolver naqueles braços e não me separar jamais.
Ela não sabe disso, eu não sou assim pra ela, fico triste, ela se esforça tanto e nem sabe o quanto a amo do jeito bobo que ela é.
Preferia que não me tocasse, porque seu toque é um vicio, que me deixa em êxtase.
Tudo aquilo que eu não queria pra mim, alguém que tentasse de verdade me entender,
que brigasse, questionasse o verdadeiro porquê de minha vida, o porquê de ter que ser assim,
não há nada que me irrite mais que isso, não há nada que me deixe mais louco por ela do que a vontade de me conhecer milimetro por milimetro melhor do que ela mesmo se conhece.
Amor estranho esse.

quarta-feira, 4 de novembro de 2009

oi, não tou com vontade de escrever esses dias :D
desculpa gentee, minha inspiração está hibernando, mesmo com todo esse calor.

até breve.
:*

quinta-feira, 29 de outubro de 2009

Não que eu não tenha momentos felizes,
mas são aqueles pequenos ou grande momentos de fraqueza que me inspiram,
dizem que os mais famosos escritores eram depressivos,
não que eu seja famosa, nem depressiva
sou apenas escritora,
aquela que consegue tirar de uma lágrima uma poesia.
Não consigo me inspirar na alegria.
Aproveito cada TPM, me esbaldo de inspirações nas minhas brigas.
No meu stress sou revoltada, impliquenta também , como já me chamaram uma vez.
Mas essa sou eu. Sem confete, sem litros de base, sem falta de coragem.
Essa sou eu, a menina ' sempre feliz ' , que escreve pra sí.
A menina que mesmo triste sorri.

segunda-feira, 26 de outubro de 2009

Gosta não é?

- Oi, você não gosta de mim não é?
- Não...
- Hum.. Que peninha... Eu te encomodo é?
- Encomoda.
- Hum... Fica preocupado não, quanto mais eu perceber que te encomodo, mais vou me esforçar pra fazer disso uma tortura tá? :*

sexta-feira, 23 de outubro de 2009

E agora?

Eu não quero ter raiva dele, mas dizem que o amor se confunde com o odio.
Não posso fazer nada se eu não sou o que ele sempre quis, não é verdade?
Se eu não sou, mesmo com muito esforço da minha parte posso continuar não sendo.
Da raiva, vontade de gritar, de chorar.
Sabe quando você sabe que não foi feita para aquela pessoa?
Tem certeza que a qualquer momento pode terminar.
Quando vocês são incompativéis.
Pois é, assim que eu me sinto, apesar de todo o esforço que eu faço.
Nem peço ajuda, eu sei que conselhos são mudos quando não dizem nada daquilo que queremos ouvir.
E agora? Paciência acaba, não sei qual é a validade da minha.
Acho que vou continuar tentando ser, aquilo que ele gosta, mesmo muitas vezes não sendo eu.
Tá eu sei, isso é errado, mas quando a gente gosta...
Tá, eu também sei que isso não é desculpa,
mas quando a gente quer alguém muiito do nosso lado...
: /

conta?

segunda-feira, 19 de outubro de 2009

rezaí.















ajoelha e reza.
quem sabe te perdoe, quem sabe suas falhas possam ser reduzidas.
pega o terço meu filho
reza pra eu ver.
quero ver você se redimir, rezar até doer.
não que eu tenha raiva de você.

reza! já não disse pra rezar?
capela é pra isso rapá!
não conhece o terço não!?
vai lá, quero ver tu fazer reza pra são cosme damião.

não me olha assim, otro dia tu pediu pra deus te salvar,
se ele pode te salvar depois de tudo que tu fez,
quero ver tu rezar até cair de vez.

não tenho pena de malandro, muito menos de malandro religioso.
pega ai a biblia e engole folha por folha, vamos ver se mata tua fome.

quero ver deus te salvar, dessa tu não se safa,
até deus deve estar lá encima, olhando e achando graça.

sexta-feira, 25 de setembro de 2009

inspiração em antigas lembranças, raizes fincadas.

' Se podes olhar,vê. Se podes ver,repara.' - Livro dos Conselhos






Olha pra mim, não me olhes como se eu ainda fosse aquela menina de ontem, menino!

Tudo muda, o tempo passa, eu sei que não reparastes, mas junto com as madeixas que tanto gostavas se foi um pouco de mim, um pou
co de ti.

E aquela arvore que embaixo sentavamos a curtir nossos amores, sonhos...

Se foi junto com o passar dos anos, se foi junto com a nossa praça, nosso banco.

Onde haviam passaros que já não mais cantam, que tu dizias que cantavam para mim.

Repara, o tempo passou, tudo mudou, não te quero mais em mim.

As fotos foram rasgadas, pena que, como a arvore, as memórias mesmo que cortadas, fincam raizes, elas ficam.

Mas como não prometistes, não ficastes, mudastes, evoluistes junto com nosso mundo,esquecendo as simplicidades, esquecistes, eu sou simples!

As palavras não mais te tocam, as cenas, aquelas cenas...

Onde a areia invadia nosso corpo, se confundia com nós dois,

encomodava, mas nem importava.

Olha para mim, se me vês repara, continuo a mesma, sem tuas madeixas encaracoladas,

já maltratada daquelas palavras esquecidas de quem disse e inesqueciveis de quem ouve,

maltratada mesmo de sentimentos contraditorios.

Olha bem pra mim, não sou a mesma de 3 anos atras,

senti sua falta...

E meu olhar ainda te mostra aquele mesmo medo,

medo de viver sozinha.

Olha bem pra mim, sou fruto de tudo aquilo que fez comigo,

mas não sou mais para ti.

Me escuta bem, quando digo para me esqueças, o digo para mim, [ esquecer-te-ei ]

quando digo que não me queiras mais, faço o mesmo,

tento me convencer que acabou, ACABOU na verdade.

Não te quero nas lembranças, desvia-te porfavor de mim nas vielas.

Quero paz, paz de lembranças fechadas no baú da minha memória, sem ti aparecendo para abri-lo aos pouquinhos.

sábado, 19 de setembro de 2009

Mudança




Essa semana foi corrida,


estou me mudando, de novo, mais uma vez par meu antigo apartamento,


não sei vocês mas eu odeio me mudar, apesar de gostar do apartamento me apego ao meu cantinho, ao meu desarrumado...


Mas a mudança parece o inicio de uma nova etapa na vida não é?!


Derrepente, encaixotamos tudo sem perceber o que guardamos


e quando vamos arrumar, lembranças, fotos antigas, cartinhas de amigas, de ex-amigas, conversas...


E lembranças são rasgadas, outras guardadas, tudo voltando ao lugar que deve outra vez,


ai aquele papel que guardamos um dia achando que seria uma boa lembrança,


é rasgado e jogado fora, como se fosse um pedaço de uma recordação inutil indo embora.


Se colocassemos todas as lembranças que temos em caixas, seriam milhares!


Mesmo assim me apego, apego a cartinhas, a desenhos, a ursos de pelúcia que eu ganhei quando tinha 3 anos.


E a cada mudança entra coisa nova e vão-se as antigas,


como se estivessemos nos renovando!


É hoje que lembranças vão parar em sacos de lixo e serem lembradas apenas em pensamentos.


Beijo e boa tarde procês :)


quinta-feira, 10 de setembro de 2009

Jogo da Seleção Brasileira.

video

Só para compartilhar um pouco da emoção que eu passei no jogo da seleção com vocÊs!

VAMOS BRASIL!

no próximo post farei um textos falando melhor sobre como foi, não só o jogo, mas a organização em geral! Beiiiijos.

domingo, 6 de setembro de 2009

apego.

o apego é uma droga,
você sabe que te faz mal,
mas por mais que sofra
você abusa mais ainda dele.

apego é um droga,
você fuma, acaba , não porquê você quer
e depois vai correndo atrás de outra dose.
odeio o apego,
mas não vivo sem ele.

droga!

sexta-feira, 4 de setembro de 2009

Infância


Mãe, quando pequena você me dizia que eu era muito novinha ainda para certas coisas, mas eu dizia: não, não mamãe eu já sou uma mocinha ó!
Mãe, eu quero que voltar no tempo, quero não poder comer doce todo dia por que pode dar carie, quero pular corda , andar descabelada na rua e descalça, pular de elástico...
Mãe, quer brincar comigo de voltar no tempo?! De brincar de maquiar-nos juntar e eu me vestir de você? Hein mããe?
Quero poder ter aqueles enormea problemas de chiclete no cabelo, que o menino do jardim colocou porquê ele gosta de mim, mas a gente não sabia né mãe?
Quero ter o grande problema de não saber escrever liquidificador, e de falar Tota-tola.
Quero ter a vergonha de levantar de noite chorando porquê fiz xixi na cama mãe! Essa era a maior das vergonhas.
Fazer transinhas no cabelo com tictac de todaaas as cores :D
Acordar de noite chamando o papai porquê eu tive um pesadelo e ta tudo muito escuro.
- Paaai, liga uma luz e fica comigo até eu dormir?
Ter medo do " boi da cara preta " e do bicho papão que morava no armário e debaixo da cama, foi meu irmão que disse mãe, eu sei que existe, eu o vi ontem quando você saiu la do quarto!
Quero poder aprender a andar naquela minha bicicleta rosa com cesto na frente e colocar a Mimi pra passear comigo! Você lembra da Mimi mãe? Era minha filhinha :)
Até hoje eu tenho o "jacarebarbudo" aquele ursinho que você me deu quando eu tinha 3 anos , ele me protegia mãe e cantava para eu dormir.
Quero voltar de brincar de pega-pega, esconde-esconde, alerta, 7 pedras, barbie e me apaixonar por aquele vizinho 10 anos mais velho que eu.
Ser gordinha , buxexuda, e usar calça no umbigo.
Pintar borboletinhas no meu rosto no aniversário dos meus coleguinhas, ter medo de palhaços mas adorar os animaizinhos de balão que eles fazem e voltar a brincar na piscina de bolinha!
Mãããee, quero ser criança de novo, você deixa?

quinta-feira, 3 de setembro de 2009

Manual de uma mãe prevenida.

Filha, aqui escrevo alguns conselhos os quais eu gostaria de ter tido na minha adolescência.
- Não acredite em principes encantados, eles não existem, não vão chegar do nada em um lindo cavalo branco, carregando rosas vermelhas e te pedindo para cavalgar nos campos mais lindos, primeiro, moramos na cidade, quem anda de cavalo aqui é pobre, quem anda por campos é cowboy e pelo que eu entenda não existem principes pobres, nem pobres com campos.
Não se engane minha filha, seu primeiro beijo será inésquecivel, não,você não escutará sinos tocando nem borboletas na barriga, a unica coisa que você vai pensar é: o que é que esse cara ta fazendo mexendo a lingua desse jeito dentro da minha boca?! Não, não é gostoso, filha, é nojento e estranho, mas com o tempo você pega a prática e fica bom.
Quando você aprender a beijar filha, não saia beijando todos na festa, depois de algum tempo o beijo se tornará indispensável em sua vida, mas não se pode sair beijando todo mundo que você acha "gatinho", não esqueça, ele , antes de você, já beijou muitas bocas! Ah! Todo tipo de bactéria é passada através do beijo, então veja bem quem você vai beijar, os meninos na adolescência não tem costume de escovar os dentes tão frequentemente quanto nós.
Assim que você se aperfeiçoar na tecnica do beijo filha, começaram a surgir as mãos bobas, elas são muito interessantes filha, a partir do beijo você começará a sentir uma vontade imensa de algo que você ainda não conhece, se um dia você trocar uns beijinhos com um "gatinhho" e chegar em casa com algo estranho na calcinha, não se preocupe filha, é seu corpo respondendo aos impulsos desse desejo que você ainda não conhece chamado tesão!
Bom, você terá medo de tentar descobrir como se mata esse desejo a principio, mas encontrará um homem esperto o suficiente, ou insistente o suficiente que te dará coragem para matar essa vontade com ele, se você for esperta filha, fara isso pela primeira vez com quem seu coração mandar, não esquente, a minha primeira vez foi com um cara bem feinho sabe? Mas o que importa é o amor e o prazer que seu namoradinho irá lhe proporcionar. Ai filha, já ia esquecendo, quando você encontrar esse rapaz esperto, não transe sem camisinha! Nem com ele , nem com o outros espertinhos que você encontrar depois, transar não é que nem beijo não viu filha? Não é porque você tem vontade que você vai dar seu tesourinho piriquital para qualquer um! Nos tempos de hoje, os homens só querem coisas serias com quem libera o tesouro piriquital mais dificilmente viu?! A primeira vez doi, sangra e machuca, sexo não é uma coisa romântica e nem sempre é feito com amor. Muitas vezes é feito por necessidade, mais ou menos que nem o beijo filha, mas a diferença é que beijar muitos rapazes da a fama de piriguete, transar com muitos te da a fama de puta.
Bom filha a camisinha se torna mais importante do que tuuudo neste momento, se você quiser privilegiar muitos rapazes com seu tesouro saiba das consequencias!
Talvez com isso você nunca consiga casar com um cara serio, mas ai já é escolha sua meu docinho. Se você se proteger , pelo menos será um puta sem doenças sexualmente transmissivéis!
Agora, se você quiser ter alguma coisa, saiba que você pode pegar cancer no colo do utero e morrer amor... Mas isso não te preocupa né filha?! Você é adolescente e isso nunca vai acontecer com você! * irônia *
Não caia na onda de " só a cabecinha " , pinto não tem ombro filha !
Então, assim que você achar um mentiroso, digo , um cara que faz de conta que é uma coisa e na verdade é outra, digo... er... Bom, não acredite em homem perfeito, paixão é só ilusão! Homem não é sensivel, homem nunca está satisfeito com quem tem, sempre olha para o do vizinho, você quer um relacionamento bom, romantico e fofinho? Namore com uma mulher :)
Os homens não serão o que demonstraram no primeiro mês de relacionamento.
Uma relação é composta 70% por tesão e sexo, se sua relãção não tem mais isso você não tem uma relação. Enfim, quando você se der conta que já esta tempo suficiente com um cara que formou uma imagem para você se apaixonar, que a tempos você não vê mais apesar de você tentar, malhar todo dia , estar gatissima e ele ter engordado 20 quilos namorando com você, quando você achar que não tem como piorar... ELE pode terminar com você, sim! E aquela cara emburrada de algum tempo atras era alguma coisa, mas eles não dizem, eles querem nos poupar dos problemas deles! Se acostume filha, os homens não falam o que sentem, quando você perceber, ele não falou, já fez.
Seja esperta minha filha, homem é uma praga! Só não é pior do que mulher...
Mas isso meu docinho, eu deixo pra te explicar em outro manual,
Beijos da sua mãe que muito te ama e sempre desejou ter um manual assim de sua vó!

Te amo gordinha!


Para completar:
A sensibilidade masculina !



Dificil né?!



Essa é a melhor!

sexta-feira, 28 de agosto de 2009

Algo que ninguém gosta de conversar.

Um belo dia você acorda achando que vai ser tudo tão normal e não é,
as vezes aquele dia se torna algo tão estranho...
Outro dia fiquei me questionando com o acontecimento da "morte", algo que todos convivemos, vivemos todo dia com isso, " tantas pessoas morreram aqui, tantas pessoas morreram acolá" , mas ninguém, NINGUÉM mesmo, esta preparado para a morte.
Deveríamos ser condicionados a tratar a morte como algo normal, bom, as vezes a tratamos, quando não é com ninguém que conhecemos, ai sim, é super natural!
Mas quando é com alguém conhecido, nosso mundo desaba, choramos como se nunca imaginássemos que isso fosse possível, como se papai e mamãe fossem imortais.
Ninguém é imortal, ninguém sabe que dia e que horas alguém que amamos muito morrerá.
Eu li um livro muito interessante, chamado " Admiravél mundo novo - Aldous Huxley "
no qual as pessoas são condicionadas a serem menos emotivas, tudo bem que a emoção move nossa sociedade, mas este, é um livro que mostra de uma forma , para alguns, um pouco chocante, como seria se fossemos menos "emocionais", em um trecho muito interessante mostra como as pessoas são condicionadas a aceitar a morte, desde pequenos, as crianças convivem em centros científicos com pessoas em estado terminal, e quando esta pessoa morre, fazem festa , comemoram, é tudo bem normal, e sim, aceitável.
O mais impressionante de tudo, é como lidamos de forma estupida com o falecimento de alguém, choramos rios de lágrimas, entramos em'depressão' mas continuamos nossas vidas, e daqui a algum tempo, aquele tumulo no qual iamos todo final de semana chorar, estará com rosas secas, esperando alguém visitar.
A morte é um assunto complicado, o qual sempre evitamos pensar, eu também não gosto, eu também, assim como vocês, não fui condicionada a isto, sou totalmente emocional e sim, choro vendo morte de pessoas inocentes e desapareciementos na tv.
Vocês não concordam que nossa racionalidade deveria ser mais utilizada do que nosso lado emocional? Quem nunca deixo a emoção tomar conta de sí e fazer loucuras e escândalos?!
Recomendo este livro, que mostra o lado 'futurista' da sociedade, a qual não cai em inseguranças e é condicionada a seguir as leis e as regras sociais, uma sociedade sem dor, muito difícil de se imaginar...






















" Mortes que para uns, significa tanto, para outros nada..."

quinta-feira, 20 de agosto de 2009

Tenco-ciúmes.

Ciúme.
Quando vejo, sinto , encomoda, corroi, da raiva, ódio, intens vontade de fazer escandalos,
intensa vontade de trucidar :D
Eu gostaria realmente , de NÃO sentir ciúme.
Quem não gostaria ? Ter que se controlar para não ligar porquê não deve, para não parecer perseguição.
Sim, ciúme é coisa de auto-controle!! Se desde o principio , não se da brexa, nem ousadia para este sentimento tomar força, ele simplismente não acontece.
Ou acontece, porém, não com a mesma intensidade.
Como eu disse outro dia no meu twitter ( que por sinal uso mais que o blog, pela falta de tempo e praticidade ) a tecnologia é uma bosta, ela abre mil portal, janelas para o ciúme e possesividade.
Odeeeeeeeeio a tecnologia, com tanta força quanto odeio alguém fumando perto de mim.
Odeio a tecnologia quando ele atinge todos os sentimentos e causam mil e uma reações emo-racionais que nos deixam doidas! Odeio a tenologia como odeio o sentimento de ciúme.
A tecnologia invade nossa privacidade, influência nossas mente...
Odeio as influências que são provocativas :D
Não engulo provocações pessoalmente, engolir provocações internauticas é dificil.
Como eu já disse antes no meu twitter caaviles.
Bem que poderiamos ter parado no MSN. humpf .¬¬
Link

sábado, 8 de agosto de 2009

-


Não me olha assim não , que eu sinto como se você estivesse medindo minha alma.
Sim, as vezes eu erro mas não me olha com esse olhar de quem não sabe o que é errar.
Esse olhos que não suportam encarar meu olhar que tendem sempre a desviar.
Te intimido?! Mas sou eu a que sempre erro e nenhuma explicação é suficiente para você,
me explica o motivo de te intimidar?
Não há em mim mais sincero sentimento, que sempre atiça aqui dentro, latejando muitas vezes tão forte que machuca até sangrar.
Gotas de sangue transparentes que caem constantemente do meu olhar.
Choro já calado com um beijo dado, daquele sentimento estranho de não querer perder você,
me abraça e não me repreende mais não,
eu sou assim, mas continuo sendo sua grande paixão.

quarta-feira, 5 de agosto de 2009

Dia dos Pais.

Esta chegando dia dos pais, na verdade eu faz muito tempo não passo um dia dos pais com o meu,
e isso faz falta de mais.
Sem contar que o meu é um amigão, que eu levo sempre comigo no pensamento.
Impressionante como uma data comercial, as vezes, nos faz sentir um vaziooo.
No meu outro blog, algo escrevi sobre meu pai,
que vou postar de novo aqui!
E dizer que, se você tem pai, aproveite-o , se não têm... Tem um padrasto?! Tente aproveitar ele também, só quem tem, ou quem teve sabe a falta que um pai faz na vida de cada um.


"Não sei enquanto a vocês , mas eu tenho um pai maravilhoso.
Com seus defeitos , claro! Mas um pai que ama MESMO os filhos, tanto, que chega a amar mais os filhos do que a ele mesmo.
Não sei vocês .. mas meu pai mora a mais de 6 mil kilometros daqui!
Ele é um amigo, digo mais, um dos melhores!
Não sei se consigo descrever aqui, o que é ter uma adolescência sem ele ao meu lado.
Não é fácil pra ninguém, não ter o pai, mas acho que mais dificil ainda é ter e ele estar longe.
Quando criança, meu pai era meu forte, quando o abraçava era nele que estava toda minha segurança, bom , é assim até hoje.
O problema, é que não posso abraça-lo quando eu quero, é dificil !
Quando fiz 11 anos, meu pai não estava aqui...
Quando menstruei e "virei mocinha" ele também não estava aqui...
Quando fiz meus 15 anos, ele também não estava aqui!
Mas ele sempre estava, todos os anos, 2 à 3 meses com o maior esforço nas minhas férias de meio ou final de ano!
Me acompanhando na minha recupeção do colégio, fazendo o café da manhã.
Sabe? Eu sinto que meu pai é o melhor!
Porque os poucos momentos que ele estava ao meu lado, durante o ano, eu me sentia preenchida e amada!
As vezes parace que ele está aqui, bem perto... De tanto que a gente se fala.
Ele veio final do ano passado, só pra minha formatura!
Ele tava lindo, e eu também, feliz por ele estar lá, comigo, apesar de tudo.
Mas eu penso, que nem tudo é do jeito que deve ser, Deus escreve certo por linhas tortas.
Ohh meu pai, meu pai faz uma falta.
Sou a caçula dele, eu sei que ele gostaria de ter feito parte de toda minha adolescência, mas não fez.
As vezes a vida é cruel com as pessoas, eu quero ainda morar com meu pai.
As vezes acho que os filhos sofrem muito mais do que os pais, com a separação dos mesmo.
A saudade machuca, e em certos momentos eu penso : " poxa, se meu pai tivesse aqui.. "
As vezes eu me pego pensando como deve ser a vida de quem não conheceu seu pai.O amor de um pai, pelo filho é incondicional e meu amor por meu pai, nao tem limites.
A saudade bate sempre, de quando eu era pequena e meu pai brincava comigo !
Lembro também da bicicleta rosa que ele me deu e tentou me ensinar e eu medrosa só aprendi depois que ele me comprou um patinete.
Quando eu me sentia pequeeena e super protegida ao abraçar ele :)
Muitas vezes sinto falta do abraço do meu pai.
De sair com ele e rir com ele, de engordar 5 quilos todas as férias que ele está aqui, meu recorde já foi 10 quilos engordando com ele ao meu lado.
Dizem que a felicidade plena engorda.
Paai , você faz parte da minha felicidade.

Te amo."



Feliz dia dos Pais para vocês.

terça-feira, 28 de julho de 2009

Livros no lixo...

Moro ao lado de um colégio público, o qual me parece precisar, ainda, de muitos recursos.
Não há coisa que me deixe mais triste do que desvalorizarem os livros.
Bom, talvez eu não seja muito de ler, talvez eu até tenha vários livros jogados na minha estante que todo dia os olho e juro ler pelo menos um na semana, mas apesar de tudo, ver livros sendo jogados fora me irrita.
Quantas pessoas precisam de uma distração, um livro para elevar a imaginação, digo, quantas crianças?
Me deparo, em frente ao colégio examinando uma sacola de papelão cheia, CHEIA de livros "infantis"...
Um colégio público, onde sempre existem queixas de falta de material didáctico, jogando fora pouco do material que eles têm.
A gramática mudou, certo. Mas nem por isso devemos jogar todos os livros que temos fora e ir comprar livros iguais com a gramática nova.
Livros NÃO SE JOGAM FORA!
Se você não quer mais seus livros velhos, com gramática ultrapassada, doe!
Muitas crianças em orfanatos querem ouvir essas histórias que estão sendo jogadas fora, no lixo.
Vamos brincar então de fazer alguma criança feliz por ai?
Repassemos o hábito de ler.
Pelo menos algo de bom estaremos fazendo pela nossa sociedade.

---------------------------------//


Mudança do estilo textual no blog:
Inicialmente fiz dois blogs , este para poesias e o Pretty Girl para textos em geral,
venho hoje unir os dois!
Me identifico muito mais com o titulo deste e quero levar pra frente um blog que tenha tudo misturado.
Para todos os gostos , mau-gostos e derivados :P

Beijoos

domingo, 21 de junho de 2009

Uma conclusão.?!



O AMOR É BIPOLAR!
Uma hora quer bem, outra hora quer BEM longe.
O amor é complicado, um dia feliz termina com uma briga estupida.
Mas nosso amor bipolar é infinito,
doi, corroi, agonia,
mas é bonito!
Com todos os apasares, é lindo nosso amor finito.
Que quem sabe apenas um dito, se coloca o ponto final neste dito cujo.
Todo amor é finito, começa e acaba em um momento inesperado.
Acaba as vezes por frio ficar, ou por apenas não poder mais continuar.
Meu amor bipolar por você finito, que nem nossa vida bipolar finita,
quer te amar finitamente até quando eu poder finitamente viver.
E em teus braços esmorecer, tua boca ser a ultima coisa a sentir finitamente.
Seu abraço ser a coisa mais deliciosa da vida finita.
E inesquecivel perante meus sentidos e olhos de mulher finita.
Que jura INFINITAMENTE te amar, quando essa vida INFINITAMENTE problematica
e cheia de " o pra sempre, sempre acaba" de borboletas coloridas que mau são notadas,
até o mundo para de girar e eu mesmo, essa mulher finita de amor infinito nem mesmo aqui mais estar.
É amor puro, por mais que me machuque e um dia tenha prometido nunca o fazer,
por mais que não junto um dia estivermos,
mas o amor fica dentro de cada.
Amor finito infinito, bipolar mas bonito.

segunda-feira, 1 de junho de 2009

Muito Tempo Atrás.


Por que o correr de uma lágrima se torna já rotina
Essa que facina por bem e mal fazer.
E em cada amanhecer é menos, é mais
falta menos, doi mais.
É uma sensação estranha de se ter.
Nosso dia vai terminando de novo com o atardecer.
Mais tarde quando se procure
não haja mais braço, abraço pra aquecer
Sorriso e lágrima se fundem
sentimento indiscritivel outra vez,
mas na pele ficará o teu toque
e na boca teu beijo,
no coração o desejo de te reencontrar;
Mas da vida nada sabemos,
nela só vivemos esperando no outro dia simplismente despertar.


Catherine Avilés

domingo, 24 de maio de 2009

Um achado na bagunça.

Um dia eu comecei a namorar, sabendo que não ia durar, eu ia embora pra outro país mas resolvi ficar.
Encontrei no meio dos meus papéis arrumando meu quarto, algo que escrevi no meu 1 mês de namoro!
Eu ia embora... Mas até hoje estou aqui.


1 mês maravilhoso ao seu lado, parabéns pra nós!

Que os minutos decorram numa velocidade detestavelmente devagar, para todos os defeitos serem mostrados e os momentos delicadosamente aproveitados, que os sentimentos sejam vividos intensamente e jamais esquecidos! Não digo que isso é um amor de verão, digo apenas que é um amor daqueles que antes de dormir fecho os olhos e sinto delicadamente seus lábios encostando nos meus, como que sua presença jamais me abandonasse e o calor do teu abraço me envolvendo como se comigo estivesses, não importando aonde ou com quem, é um amor que nunca se esquece.




Catherine Avilés.



- Paixão sentimento que nos cega, nos deixa doidos, relativamente sem noção do perigo; paixão, sentimento que entra no peito e faz você sentir coisinhas no estômago quando se abraça quem se ama, paixãão...
Ahhh se a paixão fosse para sempre... Não precisariamos passar pelo sofrimento de se adequar aos defeitos antes julgados, "bonitinhos" ou charmosos. Ahhh, paixão, entra aqui no meu coração, mas faz um favor? Sai mais não.. sai mais não...

sexta-feira, 22 de maio de 2009

Nos teus braços eu me perco e nos mesmo encontramo-nos,
seus beijos me atiçam e sua respiração ofegante é uma provocação.
No toque das mãos, me sinto segura.
Com você do meu lado, o mundo todo se torna perfeito.
E crio sonhos, sonho no futuro, um futuro com você.
E é amor demais, que não cabe em mim , aquele amor que chega a doer,
chega me machucar.
E quanto mais amor, vem o medo, medo de errar, de te machucar outra vez...
Errar , não te ter...
Você é meu vicio, é meu ar.
E todos os sentimentos inexplicavéis e fantasticos se unem quando estamos juntos,
quando estou em teus braços.
Peço que me ames assim , na minha mais pura plenitude,
com esse meu jeito meio estabanado de ser,
esse jeito que as vezes te estressa.
Peço que me ame e não queira me mudar,
porquê de você nada cobro mais , temos mesmo que aceitar.
Quero me reapaixonar mais! Cada dia mais.
Você é o sentimento inexplicavel da minha vida.
O motivo do meu sorriso, as vezes de minhas lágrimas,
você é meu namorado e neste momento é o que me faz viver.
É o que sobrou de meu chão, que já faz tempo desmoronou,
só peço não só me ame, mas faça parte de mim.
E quando eu não conseguir mas dançar, nesta dança da vida ,
peço que coloque meus pés encima dos seus e me guie,
porquê em ti busco forças,
por que você é meu eterno, você é meu sonho
e é o amor mais puro e lindo que já senti em minha vida.


Eu simplesmente te amo e espero que me ame assim também.

sábado, 16 de maio de 2009

Não costumo Titular mes textos.
Podem se quiser dar idéias , elas serão sempre bem-vindas!

Quando o sentimento já não é o mesmo.
E tudo muda; muda de tal forma que parece que nunca foi.
Sufoca, a dúvida disputa com o amor.
A felicidade brinca de esconde-esconde e no final ela é que
aparece pra dizer "1,2,3 salve todos",
algumas vezes ela não salva.
Mas o jogo da vida é cada um por sí.
Não espero ninguém me salvar,
se eu não consegui, já perdi.

Catherine Avilés

terça-feira, 12 de maio de 2009

- Sem Titulo -



Querida, não precisa fechar a porta
a casa é nossa amor, deixa de vergonha
Depois de tudo, de apertos,abraços, beijos e entrelaços ainda tens vergonha?!
Deixa de besteira, garota promiscua
tenta, se arrisca; apronta comigo, me dá um castigo que eu vou gostar.
Vista por meus olhos,timida.
Na hora do gozo timidez é afronta
beija meus lábios, se joga em mim,
faz tudo o que quiser,
faz loucuras de mim.
Eu sei que demostro querer estar em você.
Profunda,ligação,braços, pernas ,
lingeries no chão.
Toque, boca, pele..
Viagens incessantes no teu corpo nu.
Buscando no meio de tudo um lugar perfeito para nós dois.
Te abraço, aprofundamos mais os laços..
Te vejo dormir.
Te ligo quem sabe? Amanhã talvez.
Dizendo aquilo tudo que eu já disse da outra vez,
eu sei do que tu gostas!
Vejo tua face corando,a roupa te intimidando..
Talvez então eu possa te dizer,
que aprendistes, deixastes de tolices.
Vistes que o melhor é se entregar?
Desculpa garota não quero te usar,
só pesso pra não se apaixonar.

Catherine Avilés.



E pá ! Amo ser direta :)