sábado, 8 de agosto de 2009

-


Não me olha assim não , que eu sinto como se você estivesse medindo minha alma.
Sim, as vezes eu erro mas não me olha com esse olhar de quem não sabe o que é errar.
Esse olhos que não suportam encarar meu olhar que tendem sempre a desviar.
Te intimido?! Mas sou eu a que sempre erro e nenhuma explicação é suficiente para você,
me explica o motivo de te intimidar?
Não há em mim mais sincero sentimento, que sempre atiça aqui dentro, latejando muitas vezes tão forte que machuca até sangrar.
Gotas de sangue transparentes que caem constantemente do meu olhar.
Choro já calado com um beijo dado, daquele sentimento estranho de não querer perder você,
me abraça e não me repreende mais não,
eu sou assim, mas continuo sendo sua grande paixão.

2 comentários:

¤*Daiazinha*¤ disse...

Não sei como vai ser já que não curto poesias, poemas e afins! Mas tirei o link do outro blog da minha lista e coloquei este! Haha!

Bjo

Anna Oh! disse...

Ah, o post tá lindo lindo! E intenso!

Bjus